Fashion Rio.

 A programação do dia 03, sexta feira, foi nada  mais, nada menos, do que cheia, com seis desfiles maravilhosos, Andrea Marques, Triya, Herchcovitch, New Order, Giulia Borges, Lenny,  não tivemos nenhuma coisa temida e esperada, mas por mim, esperei ansiosamente o desfile do Herchcovitch, que podemos dizer que estava na medida certa, confiram o mix do dia três:


 Andrea Marques, trouxe uma coleção com uma inspiração fantástica, Copacabana Bacana, ou melhor, Copabacana, com silhuetas bem afeminadas, seca, alongadas e bem marcada por babados e recortes ondulados, vestidos e saias bem amplos, a justificativa de escolher um tema tão pretensioso como esse, é porque o ateliê de Andrea Marques fica em Copacabana, e ao invés de viajar para outros países em busca de inspiração, ele somente dá uma olhada pela janela, que já encontrou inspiração para sua coleção, simples assim, a questão mais difícil foi evitar os estereótipos, estamparia geométrica e floral,  vestidos preto e branco levando alusão ao calçadão, mais um ponto para a Andrea Marques;    


 A Triya trás para a passarela uma coleção inspirada nas profundezas do mar,  as formas foram diversas, transpassadas, com recortes, ajustadas, bordados, quanto a estamparia, também foi muito diversa, são pouco óbvias,  corais, pérolas, conchas,  os biquínis e maiôs vem comportados, com comprimento maior e recortes lateral, alças de bustiê transpassadas, trazendo pérolas e pingentes bordados, com muita franjinhas. No bloco final entram blusas, saias e vestidos vaporosos, escamas, look com um quê de sereia;


 Herchcovitch, trouxe uma coleção maravilhosa, tentando atingir um público mais amplo, e o retorno cormercial, com parcerias, tentando trazer aquela coisa de você levar um pedacinho daquela marca desejada para casa, pagando um preço acessível pelo produto,  com temas frescos, jovem e urbano, como foi para vender, a marcar investiu a coleção inteira em jeans, a sobra de espaço para a ousadia, e sem muito espaço para o uso de materias, mas a coleção tem tudo para sair das passarelas e ir diretos para as ruas nos jovens;


 A marca New Order trouxe para nós um coleção inspirada no mundo masculina, com tema futebol, anabelas e plataformas de saltos grossos dominam os pés das modelos, gomos de bola desenhados em mochilas, bolsas quadradas e retangulares lembrando bolsas térmicas , muitas listras, com uma coleção tão diverditas, faltou um investimento em acessórios e no em looks masculinos;


 A Giulia Borges teve a ousadia de colocar como tema da coleção revoluções mundiais, silhueta ajustada, principalmente nos vestidos mais curtos, os vestidos longos tem um caimento mais solto no corpo, quanto as calças elas tem modelagem larga; a vontade da marca crieo que era reunir todos os países num só ideal, combinações inusitadas, tons neutros e neons, decotes geométricos e para os acessórios, formas geométricas, os colares e das tachas-pirâmide douradas pontuavam as roupas e os sapatos;


 A Lenny, teve como inspiração da coleção os 20 anos da marca,  com estamparia natural, com modelos e tamanhos diversos de maiôs e biquínis, que vão do menor ao maior , com decotes que além de deixar mais sensual ainda chama muita atenção por ser super diferente, cores bastante vibrantes, a outra parte da festa de 20 anos tão aguardada pelas amigas da estilista, já que a primeira parte fora comemorada num desfile com 700 convidados de frente para lagoa Rodrigo de Freitas, em locação de um barco luxuoso, é acho que ele fechou com chave de ouro.


Beijos, até amanhã com a cobertura do último dia de Fashion Rio, R.


Nenhum comentário

Postar um comentário

 

Próximo Look © 2014 LAYOUT POR MAYARA SOUSA